Sobre a sua doçura, menina

17/04/2017
Postado por Diego Brambilla

Todo mundo adora a forma como você sorri.
Todo mundo adora o jeito com que você conta as tuas loucas histórias de amor.
Todo mundo adora as fantasias que você escreve e pinta.
Todo mundo adora embarcar nos teus pensamentos desvairados.
Todo mundo te adora.
E todo mundo adora te adorar.

É bonito demais ver como você é capaz de enxergar a beleza da vida.
Menina, não são todos como você.
Eu costumo dizer que a vida é como um labirinto meio louco, cheio de curvas e desníveis, mas você, meu bem, você passa por todas essas curvas sem medo do que virá na próxima.

É sutil a forma como você prevê o nosso destino só de olhar para as estrelas.
É bacama a sua forma de discursar sobre o meu mapa astral e as previsões do meu horóscopo.
Me diverte o seu jeito de contas as piadas doidas que vê na internet.
É adorável o seu jeito demorado de arrumar o cabelo para as festas, só pra poder bagunçar de novo quando a música começar a tocar.

Deixa eu te fotografar menina?
Só por uma noite, deixa eu espalhar pelo mundo todo esse amor que você distribui?
Deixa eu mergulhar nesse rio de intensidade e de doçura?
Deixa eu me envolver nesse abraço quente e na inocência desse teu olhar?

Deixa eu caminhar com você nas estradas mais longas que só a gente conhece?
Vamos deixar os atalhos para os apressados e vamos aproveitar cada segundo de sossego.
Vamos procurar o nosso pote de ouro no final do arco-íris.
Vamos sair por aí procurando a verdade e, quando a gente encontrar, vamos segurar na mão dela bem firme e vamos, nós três, procurar a felicidade?

Os textos deste site pertencem exclusivamente aos seus autores e estão protegidos por copyright. É proibida a cópia integral ou parcial do seu conteúdo, sem a autorização prévia do autor, mesmo que citando a fonte.

Deixe seu comentário: