Nunca seja um oceano para quem te trata como pingo d’água

04/05/2017
Postado por Rafael

Vai ser difícil no começo, ah vai!
Você vai sentir um nó gigante na garganta e uma vontade enorme de desistir de tudo.
Vai sentir o mundo te pressionando e querendo te enfiar goela abaixo que você é muito melhor do que tudo isso, que não passa de uma “fase”.
Os finais de semana ficarão sem graça, os filmes ficarão chatos e as músicas românticas dominarão a memória do seu celular.
Seu coração vai disparar toda vez que o celular tocar, ou o som da mensagem apitar.
Você vai lembrar de cada detalhe, de cada toque, de cada conversa, em todos os lugares que voltar sem a pessoa.
Mesmo com as insistentes lições de moral dos amigos, e reiterados convites de amores passados, a sensação de vazio emocional, se fará presente, mesmo que você evite isso.
Vai ser foda. Vai ser sufocante. Vai ser desesperador.
Mas vai passar!

Vai passar quando você perceber que aquilo não te matou, que aquilo não foi capaz de tirar a sua essência, por mais que você tenha escondido suas melhores qualidades por um tempo.
Vai passar quando você se permitir, quando você se autorizar a ser Feliz.
Você vai perceber que o seu sorriso continua lindo, e que não é só você quem acha isso.
Você vai perceber que os seus olhos ainda brilham ao ver aquele presente que tanto queria, que a sua música favorita ainda é capaz de te fazer virar cantora no banheiro de casa, que você ainda é capaz de contar uma piada e rir sozinha, por mais sem graça que tenha sido.
Vai passar!

Pode até demorar um pouco até que você perceba isso, mas quando sentir que tudo aquilo não passou de um aprendizado, você terá evoluído.
Vai aprender que você não deve se adaptar a miudeza de ninguém, tampouco se diminuir pra caber no mundo da pessoa.
Vai entender que sentimentos grandes só sobrevivem em corações maiores ainda.
Vai perceber que você sempre foi muito mais do que a pessoa te fez acreditar que você era.
Quando tudo isso passar, e vai passar, você vai aprender da melhor forma possível que não devemos ser oceanos para quem sempre nos tratou como pingo d’água.
Vamos superar?!

Os textos deste site pertencem exclusivamente aos seus autores e estão protegidos por copyright. É proibida a cópia integral ou parcial do seu conteúdo, sem a autorização prévia do autor, mesmo que citando a fonte.

Deixe seu comentário: