A estrada dos sonhos

04/08/2017
Postado por Marina Barbieri

Existe uma estrada onde todas as pessoas precisam caminhar para alcançar seus objetivos.
Uma estrada sinuosa, cheia de altos e baixos, ora asfaltada, ora de pura terra. Cheia de obstáculos, eventuais tempestades e até furacões que tornam a caminhada que já não é fácil, em uma tarefa ainda mais difícil, e por vezes desesperançosa.

Cada pessoa precisa seguir o seu próprio caminho. A estrada é a mesma para todos, mas a trajetória de cada um é individual e intransferível.

Há quem pegue atalhos. Há quem pegue caronas. Há quem desista da caminhada no primeiro tropeção. Há quem ache que para chegar no final da sua caminhada, tenha que interferir na caminhada de terceiros. Há quem erre de caminho. Há quem precise andar pouco. Há quem sangre os pés de tanto andar. Há quem corra. E há quem rasteje.
Há todos os tipo de pessoas.
E há você.

A estrada assusta, eu sei. Algumas noites são de puro pavor. Enquanto alguns dias são tão claros que podem até cegar.
Mas vou te falar o que eu aprendi sobre a estrada dos sonhos:
Por mais que às vezes pareça que ela não tem um fim, ela tem.
Por mais que pareça que você nunca chegará, você chegará.
Por mais que você tenha motivos para desistir, não desista.
Apenas continue a caminhada!

Parar não pode ser uma opção.
A estrada, assim como a vida, é uma linha contínua.
E é assim que você deve seguir.
Sempre em frente!

Caiu? Levanta!
Tropeçou! Erga-se novamente!
Se cansou? No final você terá muito tempo para descansar!

A estrada não dá voltas e é via de mão única.
Então cada passo dado, é passo que não volta mais.
Um caminho pode até ser parecido com outro anterior, mas ele nunca é o mesmo.
Então um trecho já atravessado, é menos um trecho necessário até alcançar o tão esperado objetivo.

Você não precisa de ajuda para atravessar a estrada dos sonhos. Não precisa de nenhum guia, de nenhuma carona, de nenhum incentivo.
Não precisa que acreditem em você. Não precisa que te empurrem. Não precisa que te acompanhem.
Você só precisa dos seus próprios pés.
É você – e mais ninguém – a pessoa responsável por te levar até a linha de chegada.

A estrada dos sonhos não é eterna.
Ela sempre desemboca em uma linha de chegada.
Ninguém sabe onde fica o seu final pessoal e nem quanto tempo ele demorará a chegar.
Mas a diferença entre quem alcançou de quem desistiu no meio, é uma só:
não importa o que tenha acontecido, eles não pararam de caminhar.

Não pare de caminhar!

Os textos deste site pertencem exclusivamente aos seus autores e estão protegidos por copyright. É proibida a cópia integral ou parcial do seu conteúdo, sem a autorização prévia do autor, mesmo que citando a fonte.

Deixe seu comentário: