[Divã DR] Ele não se esforça em nada pelo relacionamento

02/07/2017
Postado por Divã DR

Da caixa de e-mail do Deu Ruim:

“Gostaria de um conselho.
Minha situação é a seguinte:
Meu namorado não quis me ver no fim de semana – que são os únicos dias que temos pois, ele mora em outra cidade – e alegou que queria uma “folga” de mim e de todos, segundo ele, porém ele saiu no domingo. Não ficou somente em casa dormindo como disse que era seu desejo.
Tentei terminar com ele depois disso, mas ele conseguiu me convencer a ficar… (eu estou ciente que isso é uma escolha somente minha!)
Não é de hoje que noto coisas assim, sinto que eu sou uma “situação cômoda” para ele, pq seus amigos fiéis começaram a namorar e ele tinha que ir para baladas sozinho quando começamos a ficar. Ele estava sem ninguém e numa situação infeliz. Ele sempre reclama que seus amigos estão namorando. É sempre um fardo pra ele sair de casa – comigo no caso, com os amigos dele ele não tem problema nenhum! – Nossos programas se resumem em ficar em casa vendo TV ou ir na avó dele almoçar ou ir em eventos de motocross, pois ele é piloto. Eu sempre digo pra ele que adoraria fazer coisas de casal, como ir ao cinema ou ir ao parque. Hoje ele me disse que eu gosto de “mídia”, que por querer isso eu quero “me aparecer pros outros”.
Ele sempre diz que não tem dinheiro pra sair comigo, mas eu nunca pedi pra ele pagar a minha parte, eu sempre pago. Pra pagar 100 reais numa inscrição para correr de moto, ele tem, pra comprar um pneu de 300 reais, ele tem, pra jogar poker, ele tem, mas 20 reais pra sair comigo, ELE NÃO TEM. E ainda acha um absurdo de caro e diz que eu “ostento”. Ele sempre joga na minha cara coisas que ele faz por mim… eu pedi pra ele não curtir mais fotos de meninas, pois eu me sinto desrespeitada, não proibi de olhar nem nada, na verdade nunca o proibi de nada!!!!, quando fiz ele ir comigo ao parque, que é algo que eu amo fazer, ele foi de cara amarrada e depois ficou dizendo que fez o que eu queria e eu ainda reclamava dele.
Ele acha que por ter conhecido minha família e ter me apresentado pra dele, ele fez grande coisa.
Nós só nos vemos nos finais de semana, como disse no começo, nos dias de semana nosso namoro se desenrola pelo WhatsApp, porém, ele diz não gostar de conversar, quando perguntei se ele não sentia falta – sei lá, eu sinto falta, sempre quero falar com ele – ele disse que não.
Ele não consegue dizer 2 motivos para continuarmos juntos – 2 motivos convincentes, pq um motivo era “pq a gente se gosta” e o outro era “pq a gente se aguenta” – eu tô tentando acreditar no fato que tem pessoas que simplesmente não conseguem se abrir, PORÉM, eu (fiz a merda) li conversas dele com a ex, e ele se declarava pra ela, super apaixonado, falou até que os olhos dele brilhavam quando ele olhava pra ela… o caso deles é que ela traiu ele, e ele chama ela de “puta”, enfim….
Olha, eu sei de tudo que tenho que fazer, minha razão fala bem alto, mas, eu sou uma pessoa extremamente sentimental, eu vou sofrer horrores, só que não quero ser igual minha prima que, com 8 anos de relacionamento decidiu que queria casar e o cara não quis! Não quero perder 7, 8, 10 anos com uma pessoa que não quer um futuro comigo.
Ele não diz que me ama, ele diz que não fala que ama nem a mãe dele. Falei em casamento uma vez, na brincadeira, ele deu a entender que eu teria que amarra-lo.
Entre várias outros sapos que engulo.
Quero conselhos, me ajuda!!!”


 Marina responde:

Querida presa-em-um-relacionamento-unilateral,
enquanto lia o seu e-mail fui tendo milhões de pensamentos e sensações. No começo achei que o erro estava em você. Achei que você se mostrava excessivamente controladora, querendo dominar o que o cara fazia todo fds, querendo disputar atenção com os amigos dele e até querendo controlar os likes dele nas redes sociais.
Porém quando fui chegando ao final do relato comecei a observar que o problema não estava só em você. Você se mostra controladora, sim, bastante, mas talvez você não seja assim. Talvez você apenas esteja assim. Entende a diferença?
E acredito que o motivo de você estar tão controladora seja a enorme insegurança que você está sentindo.
E não é por menos que você está se sentindo assim. Você está vendo o seu relacionamento escorrer pelo ralo dia após dias e mesmo fazendo de tudo para tentar remediar, seus esforços não estão resultando em nada.

Eu sei que você não quer um relacionamento por comodidade, igual ao da sua prima e ao de tantas outras pessoas por aí. Todos nós queremos um relacionamento de verdade, não é? Com paixão, boa vontade, amor, tesão, e etc. Mas o problema é que toda essa vontade tem que ser de ambos os lados. Não adianta vir só de um, tem que ser dos dois.
Por mais que você tenha toda a vontade do mundo de fazer o relacionamento dar certo, se ele não tiver a mesma vontade que você, não vai dar certo.

Sinto te dizer isso, mas o seu relacionamento não está dando certo.
Vocês estão “juntos”, mas será que estão mesmo?
O que é exatamente estar junto? É se auto denominarem namorados e fim? É só isso?
E onde fica a dedicação? A paixão? O esforço? O amor? A admiração? E tantas outras coisas essenciais?

Ele pode ter te amado algum dia. Ele pode ter se dedicado a você algum dia. Ele pode realmente ter tido muita vontade de fazer dar certo algum dia. Mas perceba que esse dia já passou. Hoje ele não é mais esse cara.

Ele não se esforça nem minimamente para estar com você. Nem sequer para falar com você. E ele não se esforça nem para manter os sentimentos dele dentro apenas do relacionamento de vocês (prova disso é ele se declarando para a ex). Ele não tem disposição para se esforçar nem um pouquinho por você. E relacionamento que não tem dedicação e esforço, não tem mais nada.

Tudo na vida é uma questão de prioridade. A gente escolhe o que é mais importante e foca naquilo. Seja nosso tempo, nosso dinheiro, nossas palavras, nossos sentimentos, nossos planos, e etc.
Se a gente gosta de um vestido, por exemplo, gastamos nosso dinheiro com aquela peça de roupa e não com milhares de outras expostas na vitrines mas que não gostamos tanto assim.
Se a gente gosta de verdade de uma pessoa, sentimos prazer em gastar nosso tempo com ela, ao invés de gastar com outras pessoas que não gostamos tanto assim.
É tudo uma questão de escolha, entende?
Não dá para termos e nem fazermos tudo o que aparece, então a gente seleciona de acordo com as nossas preferências.

Se um cara não gasta o seu tempo, o seu dinheiro, os seus planos, os seus sentimentos e as suas palavras, para estar, ver e amar você, mas gasta com outras coisas e pessoas – sinto te dizer – mas é porque ele não gosta tanto assim de você.

E perceba que ele não a escolhe em nada. Ele não quer falar com você no Whatsapp. Ele não quer vê-la no fim de semana. Ele não quer nem amá-la. Porque esse papo de que ele não diz que ama nem a mãe dele é pura lorota. Quando a gente ama de verdade, é fácil expressar nosso sentimento.
Ele diz pra você que não consegue expressar o amor dele por ti, mas está lá se declarando para a ex-namorada, né? Ahhhh, vá tomar no cu!!!!

E sobre esse lance da ex-namorada, acredito que talvez ele nem ame a ex de verdade.
Algumas pessoas quando se encontram perdidas e desacreditadas em seus relacionamentos atuais, acabam focando erroneamente em seus últimos relacionamentos. O sentimento se confunde e elas acabam achando que ainda sentem algo pela última pessoa que se envolveram, quando na verdade estão apenas insatisfeitos no relacionamento atual.
É uma fuga, uma confusão mental mesmo.
Porque quando essas pessoas tem a chance de voltarem com seus exs, elas rapidamente percebem que cometeram um erro e que não era nada do que seus sentimentos confusos idealizaram.

Não estou batendo o martelo e dizendo que é esse o caso com certeza, estou apenas jogando na mesa uma possibilidade que acredito que seja o caso, pois ele parece mais confuso, perdido e insatisfeito do que realmente apaixonado pela ex.

Sinceramente o que eu acho que você deva fazer é parar de perder tempo.
Ele não quer mais. Ele está extremamente acomodado. E não está disposto a se esforçar nadica de nada pelo relacionamento de vocês.
Então você precisa se perguntar se ainda vale a pena você insistir nisso.

É esse o relacionamento que você sonhou para você?
E daí se você vai sofrer caso termine? Ninguém sofre para sempre!
Você vai sofrer, mas depois vai se curar.
Então tudo bem. Porque esse medo todo de sofrer?
Você não pode continuar empurrando um relacionamento ruim com a barriga por puro medo do término.
Isso não é vida! Isso não é felicidade!

P.s: Já contei isso aqui, mas vou contar de novo: sempre que recebo um e-mail de Divã DR eu procuro pela pessoa que me escreveu no Facebook. Gosto de ver um rosto e saber com quem estou falando.
E obviamente fiz isso com você, e deixa eu te falar uma coisa: você é nova, você é linda, você não precisa implorar amor e atenção de um cara que não quer te dar nada disso.
Você só precisa enxergar esse fato…

Os textos deste site pertencem exclusivamente aos seus autores e estão protegidos por copyright. É proibida a cópia integral ou parcial do seu conteúdo, sem a autorização prévia do autor, mesmo que citando a fonte.

Deixe seu comentário: